ITAIM BIBI: Rua Professor Atílio Innocenti, 683

MORUMBI: Hospital Israelita Albert Einstein - Av. Albert Einstein, 627

Agende uma Consulta

11 4750.1155

Cirurgia plástica em adolescentes: quando fazer e o que considerar

Cirurgia plástica em adolescentes

A adolescência é uma fase repleta de desafios e transformações que afetam tanto o psicológico quanto o físico dos jovens. Neste cenário, muitos deles acabam demonstrando insatisfação com a própria aparência e sofrendo com baixa autoestima.

Mas, quando se fala em cirurgia plástica em adolescentes, o que deve ser considerado?

O assunto gera muitas discussões. Afinal, quais fatores justificam uma alteração plástica cirúrgica antes dos 18 anos?

Quais são as modalidades de cirurgias plásticas?

Antes de mais nada, é muito importante esclarecer que as cirurgias plásticas podem ser divididas em dois tipos:  estéticas e  reparadoras. Sendo assim, podem ser indicadas com um objetivo mais amplo do que apenas modificar a aparência. 

Desse modo, os fatores a serem considerados para a realização de uma cirurgia plástica em adolescentes variam. Mas, qual a diferença entre essas duas modalidades?

Cirurgias plásticas estéticas

As cirurgias plásticas estéticas rejuvenescem o rosto, alteram o contorno corporal, valorizam aspectos positivos e atenuam aspectos negativos, corrigem a flacidez e o excesso de gordura e melhoram a harmonia e a simetria do corpo.

Ou seja, têm como único objetivo melhorar a aparência do paciente. É o caso, por exemplo, das cirurgias de lipoaspiração, do lifting da face, da plástica do nariz, da colocação de prótese de silicone, da bichectomia, da mentoplastia, entre outras. 

Cirurgias plásticas reparadoras

Por sua vez, as cirurgias plásticas reparadoras são procedimentos que não visam exclusivamente melhorar a aparência, mas, principalmente, melhorar a qualidade de vida do paciente através da correção de defeitos de cunho congênito ou adquirido. 

É o caso da correção da fenda palatina (lábio leporino), dos enxertos de pele em queimados ou vítimas de acidentes, da reconstrução das mamas em pacientes que tiveram câncer, da correção da ginecomastia, da rinoplastia e da otoplastia funcional, entre outros. 

Quando fazer cirurgia plástica em adolescentes?

Cirurgia plástica em adolescentes

A realização de cirurgia plástica em adolescentes é um tema complexo e deve ser debatida de forma multidisciplinar entre paciente, médico, psicólogo e responsáveis. De modo geral, os aspectos a serem considerados na tomada dessa decisão são estes:

  • riscos e benefícios;
  • expectativa x realidade;
  • maturidade emocional;
  • desenvolvimento do corpo;
  • tipo de cirurgia (estética/reparadora).

A maturidade emocional e o desenvolvimento do corpo são fatores fundamentais neste processo. Isso porque, como se sabe, adolescentes ainda estão em formação tanto psicológica quanto física. Por esse motivo, a cirurgia plástica nem sempre é indicada. 

Em relação aos tipos de cirurgias plásticas mais buscadas pelos adolescentes, incluindo após indicação médica, é possível destacar cinco delas. 

Cirurgia de nariz (Rinoplastia)

Problemas anatômicos podem prejudicar a respiração e a qualidade de vida. Nestes casos, a rinoplastia melhora a aparência, mas também a funcionalidade do nariz. 

Cirurgia de orelha (Otoplastia)

Alterações anatômicas nas orelhas causam transtornos psicológicos e problemas de autoestima. Adolescentes e até mesmo crianças podem ser submetidos ao procedimento. 

Redução das mamas

Os seios grandes e volumosos muitas vezes causam dores e problemas nos ombros e na coluna. Adolescentes com esse problema podem realizar a redução das mamas.

Correção da ginecomastia

A ginecomastia é uma condição caracterizada pelo desenvolvimento de glândula mamária em adultos e adolescentes. Dores e sensibilidades podem ser resolvidos com a cirurgia. 

Correção de cicatrizes

Cicatrizes decorrentes de procedimentos cirúrgicos, queimaduras e traumas também podem ser corrigidas, mesmo durante a adolescência, através de cirurgias plásticas

Consulte um especialista em cirurgias plásticas em adolescentes

Muitas cirurgias plásticas reparadoras têm, inclusive, cobertura pelos planos de saúde da Omint e outras operadoras. O Dr. Wendell Uguetto é experiente em cirurgias para adolescentes e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Agende uma consulta

O Dr. Wendell Uguetto é médico formado pela Universidade de São Paulo (USP), onde concluiu o serviço de Residência Médica em Cirurgia Geral e, posteriormente, o serviço de Residência Médica em Cirurgia Plástica, passando em primeiro lugar nessa competitiva especialidade.
Possui ampla experiência como médico, trabalhou como preceptor pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP); hoje dentro do Hospital Israelita Albert Einstein.

Nos dias atuais, Wendell Uguetto dedica-se exclusivamente aos seus pacientes e atende em dois consultórios: um localizado na Vila Nova Conceição e outro nas dependências do hospital Albert Einstein.

Junto com essas atividades, Uguetto é membro de equipe de retaguarda de cirurgia plástica e de cirurgia crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein.

No intuito de atender os pacientes com o mais alto padrão de excelência, a equipe do Dr. Wendell preza pela Segurança, Ética, Saúde e Bem-estar.

Principais Procedimentos:

Ginecomastia
Lipoaspiração a Laser
Otoplastia
Ninfoplastia
Rinoplastia
Prótese de Mama
Blefaroplastia
Mentoplastia
Dr. Wendell Ugueto

Unidades

Agende sua consulta na unidade que for mais próxima de você:

Unidade Itaim Bibi

R. Professor Atílio Innocenti, 683 Vila Nova Conceição - São Paulo - SP

VEJA MAIS

Unidade Hospital Albert Einstein

Av. Albert Einstein, 627. Bloco A1. Consultório 119. São Paulo - SP CEP: 05652-900

VEJA MAIS

Contato

Para agendar uma consulta e tirar dúvidas a respeito de algum procedimento, preencha o formulário abaixo:

    MANDE UM WHATSAPP
    Fale conosco no Whatsapp!